A onda do Crossfit veio para ficar

Por Hugo França

Em Juiz de Fora é crescente o número de academias e grupos que fazem o treino de Crossfit. Diferente de tudo que estamos acostumados a ver nas tradicionais academias de ginástica, o treino é conhecido por sua intensidade, o trabalho coletivo e a rapidez nos resultados para quem busca rápido emagrecimento e definição corporal.

O Crossfit consiste na realização de exercícios funcionais que combinam força, resistência cardiovascular e respiratória, agilidade e flexibilidade. O treino não tem rotina e monotonia mantendo a alta intensidade.

Os exercícios são mais amplos que os de academia, em uma única aula o aluno pode trabalhar todas as capacidades físicas. Já as outras modalidades de exercícios costumam focar em uma única capacidade física por aula, acoplando alta intensidade misturando diversos tipos de modalidades como o levantamento de peso, exercícios ginásticos e cardiovasculares.

O estudante de educação física, Rodrigo Duque, treina há dois anos e para ele os resultados vão além do aspecto físico. “O crossfit gera um sentimento muito grande de comunidade nas pessoas, criando diversos amigos dentro do centro de treinamento”, conta Rodrigo.

As aulas de Crossfit são coletivas, então todos os praticantes seguem o mesmo cronograma da aula, respeitando seus limites e individualidades. A aula é dividida em quatro partes, começando com a mobilidade, onde são aplicados exercícios para soltar a articulação e permitir que os praticantes realizem a atividade com amplitude máxima.

Em seguida começa o “Warm up”, que é o aquecimento e que tem como objetivo preparar o corpo para as fases seguintes. A terceira parte é o “skill”, é o momento em que trabalham a técnica de um determinado exercício. E por último o “WOD, Workout of the Day”, ou “missão do dia”, é o momento mais puxado da aula, no qual é passado um conjunto de movimentos que o treinador define para uma sessão de treino.

O que é preciso para se tornar um treinador de Crossfit?

No Brasil, para dar aulas de educação física ou ser instrutor de academias é preciso ter graduação em Educação Física e registrado junto ao CREF (Conselho Regional de Educação Física) de sua região. Para fazer o curso Crossfit Leve1 não tem pré-requisitos, mas de acordo com o Guia de Treinamento Crossfit o nome da marca CrossFit™, não é gratuito.

Mesmo que você tenha um Certificado de Treinador Nível 1 (ou seja, mesmo que você tenha passado a prova do Nível 1), você não pode usar o nome da marca CrossFit para fazer propaganda, comercializar, promover ou solicitar negócios ou serviços. Se você fizer isso, seu Certificado de Treinador pode ser revogado, você pode ser processado judicialmente e seu pedido de afiliação pode vir a ser negado. Para obter uma licença para fazer propaganda e promover o treinamento da CrossFit, você precisa se afiliar.

Luana Mendes é treinadora de um grupo de Crossfit na academia Extrema, localizada no bairro São Mateus, em Juiz de Fora e nos conta que os treinadores têm o papel de demonstrar, ensinar e corrigir cada exercício que é passado durante a aula.

Muito se fala sobre os resultados e a fama que o treino de Crossfit tem é que quanto mais você suar a camisa, mais rápido você emagrece, mas para a treinadora Luana Mendes, o sucesso no emagrecimento não é uma exclusividade só do crossfit. “Toda atividade física praticada de forma contínua tem resultados mais rápidos e capazes de gerar diversos benefícios à saúde e à qualidade de vida”, ressalta Luana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s