Asfalto em Juiz de Fora está tomado por buracos

Por Hugo França

Há anos se ouve através de conversas, comentários e posts em redes sociais, pessoas reclamando, relatando e até mesmo documentando a situação de ruas e avenidas em Juiz de Fora. Buracos, rachaduras e a má conservação do asfalto são umas das pautas principais que estão presentes nas rodas de conversa de qualquer juiz-forano. O problema começou nos bairros mais periféricos, chegou ao centro da cidade e agora atinge até mesmo as localidades mais nobres da cidade.

Existe uma cobrança muito forte da população em cima da prefeitura para que se resolvam essas questões, mas o que já estava esquecido parece se tornar assunto banal desde que o Prefeito da cidade, Bruno Siqueira deixa o cargo e foca em trabalhar sua candidatura a Deputado Estadual. O vice Antônio Almas (PSDB) assume e seguindo os moldes de Bruno pouco se preocupada com as necessidades básicas da cidade.

Não é preciso ir muito longe para perceber que pontos muitos movimentados, inclusive no centro da cidade, estão com buracos ou mesmo com asfalto em qualidade precária. Nem mesmo o campus da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) fica de fora deste descaso. Ao transitarmos pelas avenidas Barão do Rio Branco e Presidente Itamar Franco vemos que buracos e pequenas depredações estão visíveis e prejudicando o trânsito de duas das avenidas mais movimentadas da cidade.

Segundo Guilherme Oliveira,Supervisor de Acompanhamento Imobiliário da Prefeitura de Juiz de Fora, a demanda para a manutenção das vias da cidade é alta e é preciso tempo para que todas as localidades sejam atendidas. “Recebemos diariamente uma gama enorme de pedidos e reclamações para restauração e tapagem de buracos em bairros, ruas e avenidas de Juiz de Fora. Nossa prioridade é atender as vias centrais de maior movimento em que os buracos estão de fato comprometendo o trânsito de carros e ônibus principalmente em horários de pico, logo após entraremos com os pedidos feitos pelas associações de moradores dos bairros periféricos de Juiz de Fora, onde as ruas além de esburacadas se encontram em péssimo estado”, ressalta Guilherme.

Para a moradora do bairro São Judas Tadeu, Graciane Assis, a quantidade de buraco e falta de cuidado das ruas do bairro prejudicam além da passagem com carros, mas também a qualidade da mobilização dos moradores. “Vemos aqui um descaso enorme com a população do bairro, pois já fizemos inúmeros pedidos junto à associação de moradores e ainda não obtivemos respostas, não conseguimos transitar pelo bairro sem desviarmos de buracos, lidar com os desníveis das ruas ou tropeçar em pedras causadas pela degradação do asfalto, além de comprometer a segurança das crianças que brincam pelas ruas de São Judas”, conta Graciane.

O que resta para o cidadão juiz-forano é esperar e cobrar que a prefeitura e os órgãos responsáveis pelo trânsito na cidade se sensibilizem com a situação em que se encontram as ruas da cidade. E quanto mais registros, pedidos e reclamações puderem ser feitas, melhor. O que importa é que a sociedade se mantenha unida na proposta de melhoria de nossas vias para maior qualidade no direito de ir e vir da população.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s