A Moda Sustentável: nova maneira para economizar

moda sem sacola

Por Caroline Crovato

Quando o assunto é economizar, a moda sustentável está entre uma das opções eficazes mas que, muitas vezes, não é lembrada ou é até mesmo interpretada erroneamente. Isabela de Magalhães é jornalista, designer de moda e em 2016 criou o blog “Moda sem Sacola” com a proposta de falar sobre conceitos da moda vinculado à sustentabilidade.  Em 2018, Isabela criou a revista online com o mesmo nome – idealizada no Trabalho de Conclusão de Curso de Jornalismo -, reformulou o blog e criou um Instagram para levar a ideia da moda consciente para mais pessoas nos dois veículos.

Isabela explica a existência da crença de que a moda sustentável é cara, entretanto tal pensamento é um mito. A moda sustentável precisa ser positiva para o planeta e para todos os que estão envolvidos em seu ciclo: desde a produção da matéria prima até os consumidores. Para tal, ela deve ter um valor justo com quem produziu a peça ou produto, assim como um custo que atenda aos consumidores.

Além disso, a moda sustentável utiliza-se de diversos recursos diferentes do que já estamos acostumados. Eles surgem como oportunidades de economia ao utilizar de refugo têxtil (retalhos) para fabricação de outros produtos, evitando desperdício e a compra de novos panos. O tingimento natural também é uma opção: milhares de flores, buquês e arranjos de vários tipos de eventos, em sua maioria, são descartados e terminam no lixo. Porém, as tintas derivadas de flores, folhas, sementes e até serragem podem ser utilizadas para tingir roupas, artesanalmente, em casa, por qualquer pessoa.

Isabela ressalta a importância de desacelerar a moda já que, ao produzir e consumir em exagero, as pessoas gastam muito dinheiro com itens que realmente não precisam. Ao buscar a moda sustentável, busca-se uma moda consciente. “Ao descobri-la, nos tornamos mais responsáveis com o nosso consumo, não compramos por impulso, buscamos compreender e escolher melhor o que realmente gostamos e queremos usar. Assim, a moda consciente acaba se tornando também uma forma de economizar”, ela destaca.

Outra maneira de economia é buscando por brechós. As lojas que vendem produtos usados são boas alternativas de gastar menos dinheiro e comprar com qualidade: só basta saber onde procurar, “garimpar” com calma e encontrar tesouros escondidos.

A moda muitas vezes pode parecer cara, novos produtos são lançados a todo segundo, instigando o desejo de comprar, mesmo sem a verdadeira necessidade. Mas sempre que bater a vontade de tirar o dinheiro da carteira, é bom lembrar que o consumo consciente e as buscas por marcas que utilizam alternativas positivas para o ambiente – e para o seu bolso- estão aí para ajudar na sua economia diária.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s